Por: DECOM Barreirinha | Fotos Manoel Rocha  
Curta Baeturismo
 
 
GUIAS
:: Distritos
 
:: Comunidades
 
:: Hotéis
 
:: Restaurantes
 
:: Bares
 
:: Comércios
 
:: Saúde
 

Comunidades de Barreirinha recebem atendimento da unidade de saúde fluvial do município

 
   

UBS ancorada no porto de Santa Maria do Lago Preto

 
   

Mais de mil pessoas de quatro comunidades rurais de Barreirinha, município localizado a 337 km em linha reta de Manaus, serão beneficiadas com os atendimentos médicos odontológicos oferecidos pela Unidade Básica de Saúde Fluvial (UBSF) do município. Neste primeiro momento a embarcação realizou os atendimentos entre os dias 22 e 26 de agosto, nas comunidades de Santa Maria do Lago Preto, Cametá do Ramos, Terra Preta do Limão e Barreira do Andirá, respectivamente.

A unidade foi construída com recursos do Governo Federal e os equipamentos foram adquiridos por meio de uma parceria entre o Governo do Estado do Amazonas e a Prefeitura de Barreirinha, bem como as despesas com profissionais e logísticas.

Para que a UBSF pudesse navegar e atender essas comunidades, a Prefeitura Municipal de Barreirinha fez um investimento de aproximadamente R$ 30 mil, destinados à compra de insumos, medicamentos, produtos odontológicos, alimentação e combustível para o funcionamento da Unidade Básica de Saúde Fluvial.

Tratamento odontológico levado pela equipe

O prefeito Glenio Seixas (PMDB) salientou a importância em iniciar o funcionamento da unidade, principalmente para que chegue saúde de qualidade às pessoas que moram mais distantes da sede do município. “Fizemos um esforço muito grande para que esse atendimento começasse a ser feito de forma integral e de qualidade para essas pessoas”, ressaltou.

Ele explicou ainda que a falta da prestação de contas no sistema do Ministério da Saúde por parte da gestão anterior, atrasou o processo do início do funcionamento dos atendimentos. “Tivemos que intervir por meio da nossa assessoria jurídica para enviar ao Ministério uma notícia crime, para a partir disso, iniciarmos as atividades da UBS, isso tudo é muito burocrático mas com a graça de Deus hoje o projeto é uma realidade”, comemorou.

Serviços de atenção básica como: aplicação de vacinas, consultas médicas e odontológicas, acompanhamento de pré-natal, orientação a pacientes portadores de doenças crônicas como hipertensão e diabetes, estão sendo oferecidos pela unidade de saúde fluvial.

Senhor Paulo Felix recebendo seus medicamentos

O aposentado Paulo Felix Fernandes, de 69 anos, recebeu o atendimento clínico e disse que a unidade chegou em boa hora na comunidade. “Eu estava passando mal, estava sem remédios, e vim aqui fazer uma consulta fui muito bem atendido, e ainda recebi gratuitamente os meus remédios, estou muito satisfeito”, disse.

O secretário Municipal de Saúde, Marcos Batista, falou que o projeto é ainda é experimental, mas em breve outras comunidades serão contempladas com os serviços especializados. “Com a ousadia do prefeito Glenio e do vice Luís Picanço, tiramos do papel um projeto onde quatro distritos já estão recebendo atendimento da UBS Fluvial, com isso, vamos ter a noção das dificuldades que iremos enfrentar, e assim aperfeiçoar ainda mais o atendimento em saúde”, destacou.

Populares felizes com o atendimento em sua comunidade

A infra-estrutura da unidade conta com salas de recepção e espera, imunização, coleta de material, procedimentos, farmácia, consultórios médico, odontológico e de enfermagem. Para uso da equipe na viagem há dormitórios, copa, cozinha, refeitório e banheiros.

A tripulação é composta por 12 profissionais da área da saúde, sendo um médico, três enfermeiros, dois técnicos de enfermagem, um farmacêutico, um dentista, um técnico de saúde bucal, um técnico de patologia clínica e dois técnicos em vacina. Além disso, mais uma recepcionista, dois serviços gerais, uma cozinheira e três pessoas pertencentes à tripulação da embarcação, fazem parte da equipe de profissionais.

A partir do mês de setembro mais comunidades e distritos irão receber a visita da UBS para que as pessoas que residem nas margens dos rios tenham acesso mais facilitado à atenção básica de saúde.

 
     

a cidade | comércio | órgãos públicos | fauna | flora | festa popular | zona rural | área indígena | mapas

baeturismo © todos os direitos reservados
Criação: baeturismo
As matérias e fotos aqui publicadas podem ser reproduzidas desde que citada a fonte
As matérias assinadas não refletem necessariamente a opinião de baeturismo, sendo de responsabilidade de seus autores


'